O Doutrinador | Filme do anti-herói brasileiro ganha trailer

Com direção de Gustavo Bonafé, o longa brasileiro inspirado na HQ, “O Doutrinador” acaba de ganhar trailer oficial.

Kiko Pissolato vive o personagem criado pelo quadrinista Luciano Cunha, um agente federal que conhece de perto as engrenagens do sistema e, ao sofrer uma tragédia pessoal, se torna um vigilante e decide combater a corrupção de forma atormentada e implacável: eliminando os corruptos. O filme estreia no dia 20 de setembro. Confira:

 

 

Completam o elenco: Samuel de Assis (Edu), Tainá Medina (Nina), Marília Gabriela (Ministra Marta Regina), Eduardo Moscovis (Sandro Correa), Helena Ranaldi (Julia Machado), Natália Lage (Isabela), Natallia Rodrigues (Penélope), Tuca Andrada (Delegado Siqueira), Gustavo Vaz (Anterinho), Carlos Betão (Antero Gomes), Nicolas Trevijano (Diogo) e Eduardo Chagas (Oliveira).

Sinopse
“O Doutrinador” é um anti-herói no melhor estilo dos vigilantes dos quadrinhos. O Doutrinador é Miguel, um agente federal altamente treinado que vive num Brasil cujo governo foi sequestrado por uma quadrilha de políticos e empresários. Uma tragédia pessoal o leva a eleger a corrupção endêmica brasileira como sua maior inimiga. E ele começa a se vingar da elite política brasileira em pleno período de eleições presidenciais, numa cruzada sem volta contra a corrupção.
Ler mais

Obrigado CCXP! Rock in Rio terá área dedicada a quadrinhos

A parceria entre a Comic Con Experience e o Rock in Rio traz novidades!

Além da Game XP, o maior evento de rock do mundo vai receber o coração das feiras dos quadrinhos. Será a Art Street, área dedicada exclusivamente a ilustradores e artistas com produções voltadas ao universo de games e música.

No Art Street, os visitantes do festival encontrarão pôsteres, artes por encomenda (commissions) e quadrinhos com temas ligados a música e games produzidos por artistas divididos em 48 mesas.

 

 

Os artistas interessados em participar devem consultar o manual e se inscrever pelo site: www.gamexp.rockinrio.com.br até às 23h59 (horário de Brasília) de 4 de agosto. Para saber mais, escreva para artstreet@gamexp.com.br e acompanhe o calendário do Art Street:

21/07/2017 – Início das inscrições (às 12h, horário de Brasília)

04/08/2017 – Término das inscrições (até às 23h59, horário de Brasília)

15/08/2017 – Divulgação dos aprovados e início da contratação do espaço (via e-mail)

25/08/2017 – Término da contratação do espaço pelos aprovados e data limite para o envio de informações para o site

Lembrando que os ingressos para o Rock in Rio encontram-se esgotados, mas os da CCXP você deve  pode comprar clicando aqui!

Ler mais

Vale Expocomics | Feira de Quadrinhos Promete Agitar o Taubaté Shopping

O Taubaté Shopping, em parceria com a IMAGO Academia de Arte e Design , vai realizar a Expocomics nos dias 26, 27 e 28 de maio com grandes atrações, atividades variadas e muita diversão para o público.

A feira vai contar com famosos quadrinistas, que irão ministrar workshops; Igor Cicarini, Rodney Buchemi, Bruno Honda – profissionais que têm passagem por Marvel, DC Comics e Maurício de Sousa Produções.

O evento terá a participação do youtuber taubateano Júnior Guimarães, o Tapa-olho Experimental, que fará uma competição especial entre os presentes no local. Além da já tradicional participação de cosplayers da região (haverá desfiles com premiação de R$ 300,00), a Expocomics terá a apresentação musical “Show da Moana” e o concurso de K-POP.

Todas as atividades na “Expocomics” são gratuitas e acontecem na praça de eventos do centro de compras. No local também haverá vendas de HQ’s, material de desenho e muito mais.

Serviço – Expocomics

Local: Taubaté Shopping (Av. Charles Schnneider, 1700 – Vila Costa, Taubaté – SP, 12040-900)

Data: 26, 27 e 28 de maio

Nós já separamos o nosso cosplay! Até lá!

 

 

 

Ler mais

Imagem divulgada da Mulher-Maravilha no filme Liga da Justiça

Nova imagem da Mulher-Maravilha foi divulgada pelo diretor Zack Snyder em seu twitter. A foto mostra a heroína no filme Liga da Justiça.

Snyder publicou para comemorar os 75 anos de criação da personagem nas HQs da DC.

A produção estreia no dia 17 de novembro de 2017.

 

 

Confira:

 

 

 

Ler mais

1º pôster oficial de Wolverine 3 é divulgado

O diretor James Mangold postou em sua conta no Twitter não só o primeiro pôster de Wolverine 3, como a segunda página do roteiro e o título oficial do filme: Logan. Hugh Jackman aproveitou e divulgou em seu perfil uma foto em frente a um pôster em Nova York. O longa será lançado em março de 2017 e marcará a despedida do ator no papel do líder dos X-Men.

loganposter

cuaxh7wvuaeay5x

 

Ler mais

Entrevista | Felipe Folgosi: ator de várias artes

Felipe Folgosi é ator, roteirista, apresentador, formado em cinema e quadrinista. Ufa!

Mas se engana que ele cansa dessa vida corrida. Entre a TV e as páginas dos quadrinhos, nosso convidado multitarefa vai nos contar como tudo começou, o processo de criação de Aurora, sua primeira HQ, projetos e Comic Com Experience.

Quando surgiu a sua paixão pelos quadrinhos?

Surgiu cedo, com cinco, seis anos eu já ganhava quadrinhos do meu pai, apesar de ainda não ler. Logo que me alfabetizei não parei de ler, todo sábado passávamos na banca do bairro para comprar os lançamentos da semana e assim foi durante anos, abrangendo cada vez mais gêneros diferentes de quadrinhos. Como cresci nos anos 80, peguei tanto uma era de ouro da Marvel e DC com sagas que hoje são clássicas, como o início das Graphic Novels de autores como Frank Miller, Neil Gaiman e Alan More.

Como foi o processo de criação da HQ Aurora?

Posso dizer que houveram duas etapas, a primeira foi da concepção da ideia, pesquisa até escrever o roteiro, sendo

a parte mais longa. Depois que o roteiro estava pronto, demorou algum tempo até eu decidir adaptar para os quadrinhos e encontrar os caminhos para isso. Então um amigo me apresentou o Klebs Junior do Instituto dos Quadrinhos e através deve contratei o time de artistas para iniciar a produção. O que gostei muito, além de ter aprendido fazendo, foi supervisionar todo o processo, desde os layouts, até a capa, aprovando cada página. Foi cansativo mas muito gratificante.

A maioria das HQs nacionais tem como locação o Brasil, já Aurora, se passa nos Estados Unidos, porquê essa escolha?

O Aurora é uma ficção científica que desde o início eu imaginei se passando nos Estados Unidos porque eu tenho elementos na história como aceleradores de partículas e serviços secretos que não existem no Brasil. Claro que eu poderia criar uma versão ficcional, mas eu gosto quando você tem certos elementos reais em uma história de ficção, de dão uma sensação de verossimilhança para o leitor, guardando os momentos em que você pede que ele abra mão dela para acontecimentos chaves da história.

Teremos uma continuação de Aurora?

Creio que sim. No momento estou escrevendo a continuação, com intenção de lançar em 2017.

Como se deu o processo de escolha pelo financiamento coletivo (Catarse)?

Foi uma sugestão do Klebs, que já tinha feito com o Pátria Armada.

De onde vem à inspiração para escrever?

De todos os lugares. Pode vir de uma conversa, de uma notícia, de observação de pessoas e do cotidiano ou até mesmo de um sonho. O importante é quando uma boa ideia aparecer, registrar na hora, porque como elas vem, elas vão embora.

Fale um pouco do seu novo projeto: Comunhão.

É um roteiro que escrevi em 2006. Um amigo americano que trabalha com cinema que me sugeriu escrever um thriller de terror. Apesar de gostar do gênero na adolescência, queria escrever uma história que tivesse questionamentos mais profundos além dos sustos e do gore, então acabei criando um enredo sobre a natureza do mal e sobre como as pessoas podem se perder em seus caminhos. Juntando isso também a outra questão que me interessa, é a força do instinto de sobrevivência, como as pessoas encontrar recursos onde não imaginam para lutar e continuar vivos.

Quando está previsto o lançamento de seu novo quadrinho?

A previsão é para o final desse ano. O JB Bastos, que é o artista, já está produzindo e meu desejo é poder estar na CCXP com o Comunhão.

Como foi participar da ComicCon Experience 2015?

Foi incrível! Tinha estado na primeira edição também em 2014 mas ainda sem o Aurora, que foi lançado em

outubro do ano passado. Foi muito bacana ver o crescimento de um ano para o outro. Não só o CCXP, mas tenho visto como o número e a qualidade dos eventos tem aumentado. Realmente está sendo uma época muito boa para quem é fã não só de quadrinhos mas de cultura pop em geral.

Você estará presente esse ano na CCXP?

Meu plano é estar. Só não comparecerei se estiver trabalhando como ator durante os dias do evento.

 

Nós do Pastilha Drops agradecemos a oportunidade de apresentar a todos nossos leitores a sua história e seus trabalhos. A HQ Aurora está disponível nas melhores lojas do Brasil.

 

Cultura pop em doses diárias vocês só encontra AQUI!

Ler mais

Entrevista | Cultura pop na dose certa com Ivan Freitas

Imagine ter um trabalho em que conhecer seus ídolos, prospectar entre artistas incríveis e visitar feiras geeks pelo mundo faz parte do dia a dia? Sonho? Para nosso entrevistado, é sua rotina!

Nós do Pastilha Drops tivemos o prazer de conversar com sócio fundador da Chiaroscuro Studios, marketing da Comic Con Experience, curador de quadrinhos, Ivan Freitas da Costa! Detentor de uma das coleções mais invejadas do Brasil, composta por autógrafos, action figures, artes originais e HQs dos mais renomados artistas do planeta, Ivan vai nos contar um pouco sobre a CCXP, mercado de HQs no Brasil, suas realizações, entretenimentos favoritos (como nos torturar de ansiedade com as divulgações da Comic) e muito mais, confira:

 

Qual o impacto da CCXP no mundo geek?

O evento tem contribuído para profissionalizar o mercado geek no país: quadrinistas tem uma plataforma forte para apresentar e vender seus trabalhos, editoras tem um grande evento na principal cidade do país para trazer autores e lançar novos títulos, estúdios de TV e cinema passaram a contar com um evento que atrai público e mídia, local ideal para receber grandes atores e produtores nacionais e estrangeiros.

Ano passado Frank Miller foi um nome de peso na CCXP. Esse ano os fãs terão alguma grande surpresa?

Ainda estamos em Julho e já temos um lineup bastante forte. Historicamente, os grandes anúncios acontecem a partir de Setembro e teremos muitas e incríveis novidades, tanto de convidados da CCXP quanto dos expositores, especialmente dos estúdios de cinema e TV.

Qual a importância da plataforma Social Comics aos leitores brasileiros?

Vivemos em um país de proporções continentais e com um sistema de distribuição de quadrinhos extremamente falho: a possibilidade de um leitor conhecer a produção de um quadrinista independente de uma região distante é bem pequena. Social Comics acaba sendo uma plataforma excelente para que fãs de todo o Brasil tenham acesso a quadrinhos aos quais não teriam acesso facilmente.

O que você acha do mercado brasileiro atual dos quadrinhos?

Vem crescendo e crescerá ainda mais, tanto em quantidade quanto em qualidade. E isso é bom para todo mundo.

Em sua opinião, os brasileiros lêem mais quadrinhos nacionais ou internacionais? E qual o motivo dessa escolha?

Se considerarmos os leitores de Turma da Mônica, os quadrinhos brasileiros são os mais lidos. Excluída a Turminha, os estrangeiros ganham a liderança.

 Como surgiu a Chiaroscuro Studios?

Surgiu do desejo de criar uma agência de representação de quadrinistas com foco no mercado externo e nas grandes editoras. Um dos pilares é a transparência na relação agência-artista.

Quantos quadrinistas são agenciados pela empresa?

60 artistas no Brasil, Argentina, Canadá, EUA, Portugal e Turquia.

Qual figura da cultura pop que você conheceu foi a mais marcante e por quê?

Alex Ross, na Wizard World Chicago no distante ano 2000. Foi marcante, pois sou fã incondicional do artista e o encontro veio após anos de correspondência por carta (sim, carta!).

Cite:

Seu filme favorito?

Pacific Rim (o primeiro que veio à cabeça)

Série favorita?

Penny Dreadful

Desenho favorito? Batman Animated

Banda favorita? Dave Matthews Band

Uma HQ que todo mundo precisa ler?

Três Sombras, do Cyril Pedrosa

Se você pudesse voltar no tempo, qual conselho você daria para o Ivan de 20 anos atrás?

Não espere mais 20 anos para usar aparelho. Coloque AGORA!

 

Agradecemos ao Ivan Freitas por disponibilizar do seu tempo nos concedendo esta entrevista e ser o elo entre os fãs e a CCXP nas redes sociais. #ChegaLogoDezembro!

Serviço:

A terceira edição da Comic Con Experience será realizada entre os dias 01 a 04 de dezembro, na São Paulo Expo.

Para mais informações clique aqui.

 

 

Ler mais

CCXP 2016 | Confira a nossa entrevista com Felipe Cagno

A Comic Con Experience, que é considerada a terceira maior Comic Con do mundo ficando atrás somente de San Diego e New York, está chegando em sua terceira edição. O evento geek mais épico da América Latina desembarca novamente em dezembro na capital paulista com grandes nomes da cultura pop mundial.

No espaço Artist’s Alley ou “Beco dos Artistas” no português básico, está o coração da CCXP. São 265 mesas com mais de 300 artistas brasileiros e estrangeiros, reunidos para apresentar os seus incríveis trabalhos.

Nós do Pastilha Drops vamos bater um papo com Felipe Cagno, quadrinista já confirmado na edição 2016 da CCXP.

Um pouco sobre Felipe Cagno:

Cagno é cineasta e quadrinista. Formado em cinema e com mestrado em Los Angeles, começou a carreira com o desenvolvimento de roteiros, seguindo os passos do pai. Logo começou a trabalhar na divulgação do ‘321 Fast Comic’. Poucos sabem que o projeto surgiu no cinema, durante seu mestrado nos Estados Unidos. E daí por diante, continuou com suas criações no mundo dos quadrinhos.

* 321: Fast Comics: livro de quadrinhos com curtas histórias no formato”3-2-1” onde é necessário todas teres três páginas, dois personagens principais e um final bombástico.

Agora, Cagno vai nos contar um pouco sobre suas experiências na CCXP anteriores, expectativas para esse ano, suas novas HQ’s, etc.

Pastilha Drops – Como foi a experiência em participar da Comic Con Experience?

Felipe Cagno Incrível, absolutamente sem parâmetro no Brasil. Quando nós quadrinistas entramos pela primeira vez naquele pavilhão enorme e vimos a primeira CCXP montada, era difícil de acreditar que algo desse porta havia sido organizado por aqui. 

E o mesmo “choque” aconteceu novamente ano passado quando o pessoal da organização conseguiu se superar e aumentou ainda mais o espaço e evento. Mais legal ainda é ver que o fã brasileiro estava doido por uma convenção assim, você vê filas enormes, cosplays incríveis e muita, muita gente mesmo passeando pelo Beco dos Artistas e comprando nossos quadrinhos aos montes. Nunca conheci nenhum quadrinista que participou da CCXP e saiu reclamando que o evento foi fraco.

Pastilha Drops – Qual material levou em sua primeira participação no evento?

Felipe Cagno – No primeiro ano eu levei a série em volume único “Lost Kids: Buscando Samarkand” e o lançamento daquela edição da CCXP, o primeiro volume da série “321: Fast Comics”. O Lost Kids já se esgotou…

Os meus trabalhos antigos podem ser adquiridos no site da editora: http://www.loja-timberwolf.com.br

Pastilha Drops – Quais são as suas expectativas para a CCXP esse ano?

Felipe Cagno – Enormes! Se nos dois primeiros anos o evento realmente foi épico como dizem as hashtags deles, este ano esperamos que seja ainda maior e melhor. É impressionante que eles novamente conseguiram crescer tanto em tamanho e público. A CCXP já se tornou o principal evento para lançamentos em quadrinhos.

Eu mesmo vou lançar quatro títulos este ano por lá!

Pastilha Drops – Há algum trabalho novo? Se sim, nos fale um pouco dele?

Felipe Cagno – Além da série “Few and Cursed” que na CCXP terá mais duas edições sendo lançadas, ainda tenho a inédit “Classified” com os mestres Marcelo Costa e Marcelo Maiolo e lançamento da primeira edição de seis já programada. 

Vou levar também mais duas graphic novels, “Escolhas” em nova parceria com Gustavo Borges e o projeto que foi contemplado no ProAc de Quadrinhos do ano passado, o “Bom Demais – Uma Sincera História de Ficção vs Realidade”, com o Bruno Oliveira e o colorista da DC Comics Ivan Nunes.

Mal posso esperar pela CCXP, será épico mesmo lançar tantos trabalhos novos num evento só.

Pastilha Drops – Alguns de seus trabalhos estão disponíveis na Social Comics. O que você acha dessa nova forma de plataforma para o universo das ha’s?

Felipe Cagno – Acho que toda e qualquer forma de atrair novos leitores e apresentar quadrinhos nacionais é válida, e o trabalho que o pessoal do Social Comics vem fazendo é excepcional. Eles criaram uma plataforma online com seriedade que trata os leitores tão bem quanto os autores e ainda vão além, buscando sempre iniciativas para promover o quadrinho autoral.

Eu visto a camisa do Social Comics com orgulho.

Pastilha Drops – O que é ser um quadrinista no Brasil?

Felipe Cagno – É estar na vanguarda de um mercado novo e que promete muito.Fazer quadrinhos hoje está cada vez mais deixando de ser um hobby para se tornar uma profissão. Ainda são poucos que conseguem tirar 100% do sustento das HQs, mas isso vai mudar rapidamente como já vem acontecendo.

Não existe momento melhor para ser quadrinista no Brasil do que agora e além da oportunidade de entreter milhares de leitores ainda fazemos parte de uma comunidade bastante unidade de excelentes profissionais.

 HQ’s de Felipe Cagno:

Cover_321-2

 

Arte/Variant RodReis

LK_Print_001

Variant_Santolouco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para adquirir ingressos e saber mais sobre a Comic Con Experience, acesse o site www.ccxp.com.br.

Ler mais

Sons of Anarchy | Série ganha nova prequel nos quadrinhos

redwood_original_cover

Além do piloto de Mayans FC, spinoff focado no grupo rival dos Sons já confirmado pela FX, 2016 tem mais novidades para os órfãos de SoA: Redwood Original, prequel da série em quadrinhos, está sendo desenvolvido com a supervisão do dono da porra toda, Kurt Sutter. A história será escrita por Ollie Masters (DC The Kitchen, Boom! Studios ‘Snow Blind) e contará a história de Jax Teller ainda com 18 anos, recém saído do ensino médio e lidando com o legado deixado pelo pai. A trama se passa 10 anos antes da série, vai dar pra conhecer um pouco mais da história de SAMCRO antes do bagulho ficar sério!

Além de Jax, Gemma, Clay, Ope e outros personagens da tv também irão aparecer!

Sons of Anarchy Redwood No. Original 1 será lançado digitalmente e em lojas de quadrinhos 03 de agosto deste ano.

Fonte: THR

Ler mais
%d blogueiros gostam disto: