Cardi B – Invasion of Privacy; O Decente Debut de Uma Estrela em Ascenção

Cardi B, nome artístico da nova iorquina Belcalis Almanzar, estourou no final do ano passado com o mega hit Bodak Yellow e desde então a expectativa pelo primeiro disco da garota foi crescendo até o lançamento de Invasion of Privacy seu debut oficial.

Como um bom disco de rap / hip hop, as colaborações não poderiam ficar de fora e a lista de estrelas é grande; Migos, Chance The Rapper, Bad Bunny, J Bavin, Kehlani, 21 Savage, YG e a jovem SZA fechando a lista.

Mesmo com um elenco de apoio de peso, sozinha é onde Cardi brilha mais, mostrando que a garota tem as habilidades necessárias de uma superstar e muitas vezes essas colaborações soam desnecessárias e sem proposito como veremos a frente.

O disco começa com a ótima Get Up 10 que põe o ouvinte já nos primeiros versos no universo de Cardi. A letra fala do inicio complicado da carreira e das pedras que a garota teve que tirar do caminho para enfim alcançar o sucesso, tema já manjado, porém aqui tem um certo frescor pela veracidade que Belcalis passa aos ouvintes.

Drip com participação do Migos, tem apenas 4:22 minutos de duração, porém tem um estranho efeito de parecer infinita e nesse caso não seria por ser boa demais.

A faixa funcionaria melhor se fosse uma música do Migos no álbum deles com a participação da Cardi B e não ao contrário. A garota some na música que fica entregue ao Trio que também não sabe onde nos levar. Péssima escolha para ser uma faixa 2.

O disco retoma na faixa 3, aqui com Cardi sozinha e deliciosamente a vontade com Bickenhead, é de fazer passinho gangsta da sala ou na balada. (Alguém ainda usa o termo passinho? Rs).

Bodak Yellow vem em seguida para manter o ritmo quente e na sequência a ótima Be Careful que tem uma pegada bem cosmopolita com a mistura precisa de vários elementos, os latinos inclusos, com alguns palavrões falados em espanhol. Mais uma faixa em que Cardi se garante sozinha.

Chance The Rapper vem para colaborar em Best Life, onde ele dá seu recado sem se sobressair a sua anfitriã.

O combo I Like It com Bad Bunny e o hitmaker latino J. Bavin e a sensível Ring com Kehlani vem formar o trecho radiofônico do álbum; músicas para tocar no FM verão afora.

Thru Your Phone trás uma Cardi B mesclando o rap com um vocal pop cantado pela própria, mostrando que ela tem uma voz boa para o gênero e que se precisar se apoiar nele em algum ponto da carreira, o fará muito bem. A faixa tem coesão com o resto do material, sem perder seu diferencial.

I Do, parceria com SZA fecha o trabalho com decência.

No geral Invasion of Privacy, apesar de fazer parecer que daremos uma olhada na vida privada da rapper, não cumpre essa função, a ostentação se sobressai ao que de fato deve ser a mente e o coração de Belcalis. Porém serve para entreter e animar algumas boas festas.

O excesso de colaborações também prejudica um pouco aqui, já que Cardi ainda não desenvolveu aquele fator de superestrela que consegue brilhar mesmo em meio ao sol do meio dia, mas ela terá tempo para isso, sua carreira está apenas começando.

 

 

Nota 7/10

Para ouvir;

Get Up 10

Bickenhead

Bodak Yellow

Be Careful

Thru Your Phone

 

Ler mais

8 MÚSICAS QUE NÃO PODEM FALTAR NO LOLLAPALOOZA 2018

Como o carnaval já passou, é chegada a hora de voltarmos os olhares para os grandes festivais que acontecem no Brasil de 2018. A 7ª edição do Lollapalooza Brasil por exemplo, rola em março no Autódromo de Interlagos. Serão 3 dias de evento, e os ingressos você pode encontrar aqui ó! Vai ter uma viagem aos anos 90 com Red Hot Chilli Pepers, Pearl Jam e Liam Gallagher, o pop indie de Lana Del Rey, o mito David Byrne e muita, muita música boa!

Pra aumentar a nossa ansiedade, selecionamos alguns artistas/canções de cada dia que são obrigatórias no setlist. Então abra uma aba do Excel pra fingir serviço e aumente o volume!

Sexta – 23 de março

Atração: RHCP

Música: Dark Necessities

Why? Pela primeira vez, o Red Hot retorna ao Brasil em menos de um ano para se apresentar novamente (a banda foi atração no Rock in Rio em setembro de 2017). Dark Necessities faz parte do mais recente álbum, “The Getaway”, lançado em 2016. Não sei se foi por ter escutado incessantemente na 89 FM ou por estar  de saco cheio das de sempre… Além do baixo inconfundível de Flea, essa música é muito relevante e mostra que os rapazes da Califórnia continuam fiéis ao que sabem fazer melhor: um som inconfundível.

 

Atração: Chance The Rapper

Música – Same Drugs

Why? Misturar drogas amor e Peter Pan na mesma música é para poucos.

 

Atração: Selvagens à Procura de Lei

Música – Brasileiro

Why? Quando alguém falar pra você que as letras nacionais são uma bosta, que o rock br morreu, mostre essa música!

 

Sábado – 24 de março

Atração: Pearl Jam

Música: Black

Why? Eu não sou lá a maior fã de PJ desse planeta, mas se tocarem Black ao vivo, prevejo casais se formando e muitos isqueiros celulares na multidão <3

Atração: Imagine Dragons

Música: Thunder

Why? Confesso que na minha cabecinha, Imagine Dragons não passava de Radioactive, Demons e It’s Time. Isso foi até escutar a faixa Thunder, do álbum Envolve. Chiclete e com um clip genial, essa merece um lugar na lista com certeza!

 

Atração: Ego Kill Talent

Música: My Own Deciver

Why? Não se engane pelo nome gringo, EGK é de São Paulo. Formada em 2004, a banda tocou no Lolla em 2016, no Rock in Rio ano passado, no Download Festival em Paris, e vai abrir os shows do Foo Fighters e Queens of the Stone Age no Brasil esse mês. Ego Kill Talent é um dos nomes do novo rock nacional, acompanhado de Far From Alaska, Supercombo e Scalene.

 

 

 

Sábado – 25 de março

Atração: The Killers

Música: Mr. Brightside

Why? Apesar da minha favorita da banda de Brandon Flowers (será que somos parentes?!) ser Give me a shot at the night  pela vibe oitentista, Mr. Brightside me leva de volta ao finado Tim Festival, o primeiro evento do tipo que fui na vida, lá em 2007. Tempos simples em que você podia assistir na mesma noite Killers, Arctic Monkeys, Juliette and the Licks e Björk por 200 reais na área vip com open bar incluso. Ô SAUDADE!

 

Atração: Lana Del Rey

Música: Born To Die

Why? Muito aguardada, Lana promete levar uma legião de fãs ao Lolla. Ela pode desejar estar morta, eu desejo estar lá!

 

 

E aí, qual música não pode faltar no Lollapalooza Brasil 2018 pra você?

 

 

 

Ler mais
%d blogueiros gostam disto: