Charlize Theron é uma mercenária na ação The Old Guard | Netflix

Baseado na série de quadrinhos de: Greg Rucka e do ilustrador Leandro Fernandez, The Old Guard traz no elenco Charlize Theron e Kiki Layne. Estreia globalmente na Netflix no dia 10 de julho.

Sinopse: Sob a liderança de Andy (Charlize Theron), um grupo secreto de mercenários inexplicavelmente imortais luta há séculos para proteger o mundo. No entanto, uma missão de emergência faz suas habilidades extraordinárias ganharem notoriedade, cabendo a Andy e Nile (KiKi Layne), a mais nova integrante da equipe, fazer de tudo para acabar com a ameaça de quem quer replicar seus poderes e lucrar com eles. The Old Guard é baseado na aclamada série de quadrinhos de Greg Rucka e dirigido por Gina Prince-Bythewood (Além dos Limites, Nos Bastidores da Fama). Com cenas intensas de ação, o filme mostra que ser imortal não é tão fácil quanto pode parecer.

 

Ler mais

Columbine – DarkSide Books

Desde quando foi anunciado, minha expectativa para o livro Columbine (Dave Cullen – Darkside Books)era grande. Acho que o meu interesse por crimes reais começou naquela terça-feira, 21 anos atrás. Eric Harris e Dylan Klebold realizaram maior assassinato em massa em uma escola dos Estados Unidos na High School Combine no dia 20 de abril de 1999. Foram 15 mortos no total, entre alunos, um professor e os próprios atiradores.

A segurança escolar nunca mais seria a mesma. Na época, eu frequentava o ensino fundamental no Rio de Janeiro, e a minha escola, (localizada dentro de uma base militar), mudou radicalmente o procedimento no momento da entrada para as aulas a partir de Columbine. A segurança desleixada deu lugar ao exagero. Por quase 1 mês, nossas mochilas eram revistadas, foram instalados detectores de metal, e em caso alguém tocasse no assunto, já era imediatamente encaminhado a direção da escola para esclarecimentos. Estamos falando a nível de Brasil, que há pouco mais de um ano, viu a mesma tragédia acontecer por aqui, em Suzano.

Quando a Caveirinha me mandou o livro em novembro do ano passado pensei: “esse eu termino em duas semanas no máximo”. Errrr… Não foi bem assim. Veja bem, eu trabalho em uma escola há 8 anos. Ler Columbine quando se é da área da educação e algo totalmente diferente. 

Quanto mais conhecia Eric e Dylan, mais eu via a mesma solidão em vários alunos. Via depressão, ansiedade, bullying acontecer ao mesmo tempo em que postavam um final de semana perfeito no Instagram. Me peguei traçando uma rota de fuga caso isso acontecesse aqui. Tracei, tive pesadelos.  Columbine foi uma leitura muito difícil para mim. Penso em todas as vidas ceifadas tão abruptamente, sequelas físicas, emocionais e cicatrizes não curadas.

Listei as 5 partes que mais mexeram comigo:

1 – O plano que deu errado: que as bombas planejadas para explodirem no refeitório falharam todo mundo já sabe, mas poderia ter sido muuuito pior. Eric e Dylan plantaram bombas do lado de fora da escola, no local em que a imprensa, polícia e familiares estariam presenciando a tragédia. A ideia era que as bombas explodissem enquanto eles viriam de carro atirando, em uma técnica militar, cada um vindo por um lado. Eles já imaginavam essas pessoas ficariam e até os espectadores fora da escola estariam na lista dos mortos. Por algum motivo, as bombas não funcionaram.

2 –  Enquanto o tiroteiro aconteceia, a polícia já tinha alguns suspeitos. Quando pediram para revistar a casa
de Eric, o pai aceitou de prontidão, dizendo que estavam enganados, que conhecia o filho e que com certeza era algum tipo de engano. Então a polícia chega no porão e encontra todo um arsenal de armas, bombas… Muitos culparam os pais pelo crime dos filhos. Imagina o pai, que acredita conhecer o filho, o leva para igreja todo domingo descobrir que o filho é um psicopata? A reação dele com a revelação é tão chocante e dolorosa quanto a de todas as vítimas. As fitas do porão demorariam a ver a luz do dia ainda.

3 – Evidência: Uma das primeiras vítimas do massacre foi alvejada ainda no gramado. O seu corpo ficou do lado de fora da escola por mais ou menos por 48 horas. Vocês têm noção do que é um pai assistir pela tv, várias e várias vezes um helicóptero sobrevoando a escola e lá, estirado no chão, o corpo do seu filho? De acordo com a polícia, o corpo não podia ser retirado por fazer parte da cena do crime. Então ficou lá, pegando sol, chuva, com e sem lençol, como o ponto inicial de um jogo macabro. 

4- As igrejas da região entraram em uma disputa ferrenha por novos fiéis. Aproveitando-se de uma cidade enlutada, religiosos distribuíam panfletos sobre missas, cultos, grupos de oração aos montes em todos os lugares. Os boatos de mártires corriam solto, mesmo com testemunhas provando o contrário. A suposta fé.

5- A cobertura da mídia também é algo a parte. Columbine foi sugada até a ultima gota pelos jornais mundias. 21 anos depois, Columbine teria uma infidade de vídeos com transmissão ao vivo pelo Youtube ou Instagram.

Eric, um verdadeiro psicopata e Dylan, um jovem depressivo e alcoólatra. Muito se questiona, depois de tanto tempo, o que levou os dois a chegarem a este ponto. Matrix, jogos/filmes violentos e até Marilyn Manson receberam os créditos pelo Massacre. Eu acredito em um conjunto de fatores desastroso. O que Dylan tinha de introspectivo, Eric transbordava em auto confiança e liderança. 

Seleção Natural.

Acho que se não fosse Columbine High, seria outro lugar. Apesar de todos os gritos de socorro explícitos ou bem escondidos, ambos dariam cabo em seus planos. Talvez separados, nem tanto. Mesmo sem Dylan, Eric seria uma espécie de Unabomber. Já Dylan, se não tivesse um acompanhamento médico,  seria mais um na estática de jovens suicidas. Acabou sendo. 

O autor Dave Cullen traz para o leitor uma visão completa sobre os eventos, mostrando a vida das vítimas após ao massacre que parou o mundo e os efeitos que ecoam até hoje, como um alerta, um presságio em um passado tão presente impossível de ser esquecido.

Ler mais

Felipe Folgosi lança campanha no Catarse para sua nova HQ

Caro leitor, você conhece o Catarse?

Não?! Então vamos te apresentar!

O Catarse é uma comunidade de financiamento coletivo do Brasil, onde artistas; músicos; jornalista; designers; gamers; empreendedores; escritoras, encontram uma ferramenta para ajudar no financiamento de seus projetos. E o colaborador além de ajudar, recebe uma recompensa de acordo com sua contribuição.

E ai, gostaram dessa nova maneira de poder apreciar uma nova arte, uma música ou até uma HQ com sua contribuição?!

Então, vamos lhe apresentar uma nova HQ, escrita pelo ator, roteirista, apresentador, formado em cinema e quadrinista: Felipe Folgosi. “Knock Me Out” contará a história de Tom Rocco, um lutador de jiu-jitsu, com duas paixões em sua vida: a arte marcial e plástica. Que terá um difícil escolha em sua vida, após uma médica entrar em seu caminho e se apaixonarem. Ele terá que escolher, lutar no maior campeonato de MMA do mundo, ou ouvir o pedido da mulher que se apaixonou e deixar para traz esse universo violento e investir no seu talento como pintor.

Além do lançamento da nova HQ, o escritor já lançou pelo Catarse os trabalhos: Aurora, Comunhão e Caos.

A campanha da HQ “Knock Me Out” será lançada na plataforma do Catarse no dia 17 de março (terça-feira). A previsão da distruibuição das recompensas é de novembro de 2020.

 

Confira aqui o link para o financiamento:

https://www.catarse.me/kmo

Quer saber mais sobre o escritor, dá um clique no link abaixo e confira a entrevista feita com ele!

https://www.pastilhadrops.com.br/?s=Felipe+Folgosi

Ler mais

Lost In Space é renovada para sua 3ª e última temporada

A Netflix confirmou a renovação da série Lost In Space para a sua última temporada.

O terceiro e último ano chega na plataforma de streaming em 2021. E irá acompanhar a conclusão da história da família Robinson.

De acordo com Zack Estrin, Lost In Space foi criada como uma trilogia com um começo, meio e fim.

 

Ler mais

Candyman, Candyman, Candyman, Candyman, Candyman!

Com produção de Jordan Peele e até música das Destiny’s Child, o trailer de Candyman foi divulgado.

 

 

Com direção de Nia DaCosta e Yahya Abdul-Mateen II no papel principal,  o reboot de O Mistério de Candyman tem estreia prevista para 12 de junho nos cinemas.

 

 

Aproveitando o clima, vale a leitura das obras: Candyman e Horror Noire: A Representação Negra no Cinema de Terror. Ambas publicadas pela Darkside Books aqui no Brasil. 
Ler mais

America Horror Story | Macaulay Culkin é confirmado na nova temporada

Sim, é verdade!

 

Tio Ryan Murphy anunciou nesta quarta (26) através do Instagram o elenco da 10ª temporada de AHS. Retornam Sarah Paulson, Evan Peters, Kathy Bates, Leslie Grossman, Billie Lourd, Adina Porter, Lily Rabe, Angelica Ross e Finn Wittrock. Estaria Emma Roberts evitando um reencontro com o ex, por isso abandonou o barco?

 

 

A novidade fica com o novo membro: Macaulay Culkin. O ator, que recentemente apareceu em Dollface, série de sua amada Brenda Song, reforça o cast série de sucesso da FX. Após o sucesso de 1984 e com vida garantida até a 13ª temporada, nada se sabe sobre o plot da season que vem por aí.

 

Ler mais

Com Elle Fanning no elenco, série ‘The Great’ é adquirida pelo StarzPlay

STARZPLAY, o serviço premium de streaming da Starz, anunciou hoje que assinou com o ViacomCBS Global Distribution Group um contrato de licenciamento para a aguardada série “The Great” na Europa e América Latina, da MRC Television. A estreia está prevista para o segundo trimestre de 2020.

 

 

Sinopse:

“The Great” é um drama cômico e satírico sobre a ascensão de Catarina, a Grande, de forasteira até a governante  que reinou por mais tempo na história da Rússia. Utilizando fatos históricos ocasionalmente, a série é estrelada por Elle Fanning, Nicholas Hoult, Phoebe Fox e Adam Godley.

Ler mais

‘A Liga de Monstros’ | Novo filme da Paramount Animation tem trailer divulgado

Um torneio de luta diferente de tudo o que você já viu!
Com estreia prevista para Janeiro de 2021 no Brasil, a Paramount Animation traz ‘A Liga de Monstros’ (RUMBLE). As criaturas, que existem e podem ser treinadas pelos humanos, competem entre si no Wrestling. A história mostra que a jovem Winnie, seguindo os passos de seu pai, decide trabalhar com o esporte e se tornar uma treinadora profissional, transformando uma criatura inexperiente em um amigo e em um grande lutador.

 

Sinopse:

Em um mundo onde Wrestling de monstros é um esporte popular e monstros são super atletas, a adolescente Winnie segue os passos de seu pai e se torna treinadora de uma adorável criatura para torná-la um campeão.

 

Ler mais
%d blogueiros gostam disto: