Columbine – DarkSide Books

Desde quando foi anunciado, minha expectativa para o livro Columbine (Dave Cullen – Darkside Books)era grande. Acho que o meu interesse por crimes reais começou naquela terça-feira, 21 anos atrás. Eric Harris e Dylan Klebold realizaram maior assassinato em massa em uma escola dos Estados Unidos na High School Combine no dia 20 de abril de 1999. Foram 15 mortos no total, entre alunos, um professor e os próprios atiradores.

A segurança escolar nunca mais seria a mesma. Na época, eu frequentava o ensino fundamental no Rio de Janeiro, e a minha escola, (localizada dentro de uma base militar), mudou radicalmente o procedimento no momento da entrada para as aulas a partir de Columbine. A segurança desleixada deu lugar ao exagero. Por quase 1 mês, nossas mochilas eram revistadas, foram instalados detectores de metal, e em caso alguém tocasse no assunto, já era imediatamente encaminhado a direção da escola para esclarecimentos. Estamos falando a nível de Brasil, que há pouco mais de um ano, viu a mesma tragédia acontecer por aqui, em Suzano.

Quando a Caveirinha me mandou o livro em novembro do ano passado pensei: “esse eu termino em duas semanas no máximo”. Errrr… Não foi bem assim. Veja bem, eu trabalho em uma escola há 8 anos. Ler Columbine quando se é da área da educação e algo totalmente diferente. 

Quanto mais conhecia Eric e Dylan, mais eu via a mesma solidão em vários alunos. Via depressão, ansiedade, bullying acontecer ao mesmo tempo em que postavam um final de semana perfeito no Instagram. Me peguei traçando uma rota de fuga caso isso acontecesse aqui. Tracei, tive pesadelos.  Columbine foi uma leitura muito difícil para mim. Penso em todas as vidas ceifadas tão abruptamente, sequelas físicas, emocionais e cicatrizes não curadas.

Listei as 5 partes que mais mexeram comigo:

1 – O plano que deu errado: que as bombas planejadas para explodirem no refeitório falharam todo mundo já sabe, mas poderia ter sido muuuito pior. Eric e Dylan plantaram bombas do lado de fora da escola, no local em que a imprensa, polícia e familiares estariam presenciando a tragédia. A ideia era que as bombas explodissem enquanto eles viriam de carro atirando, em uma técnica militar, cada um vindo por um lado. Eles já imaginavam essas pessoas ficariam e até os espectadores fora da escola estariam na lista dos mortos. Por algum motivo, as bombas não funcionaram.

2 –  Enquanto o tiroteiro aconteceia, a polícia já tinha alguns suspeitos. Quando pediram para revistar a casa
de Eric, o pai aceitou de prontidão, dizendo que estavam enganados, que conhecia o filho e que com certeza era algum tipo de engano. Então a polícia chega no porão e encontra todo um arsenal de armas, bombas… Muitos culparam os pais pelo crime dos filhos. Imagina o pai, que acredita conhecer o filho, o leva para igreja todo domingo descobrir que o filho é um psicopata? A reação dele com a revelação é tão chocante e dolorosa quanto a de todas as vítimas. As fitas do porão demorariam a ver a luz do dia ainda.

3 – Evidência: Uma das primeiras vítimas do massacre foi alvejada ainda no gramado. O seu corpo ficou do lado de fora da escola por mais ou menos por 48 horas. Vocês têm noção do que é um pai assistir pela tv, várias e várias vezes um helicóptero sobrevoando a escola e lá, estirado no chão, o corpo do seu filho? De acordo com a polícia, o corpo não podia ser retirado por fazer parte da cena do crime. Então ficou lá, pegando sol, chuva, com e sem lençol, como o ponto inicial de um jogo macabro. 

4- As igrejas da região entraram em uma disputa ferrenha por novos fiéis. Aproveitando-se de uma cidade enlutada, religiosos distribuíam panfletos sobre missas, cultos, grupos de oração aos montes em todos os lugares. Os boatos de mártires corriam solto, mesmo com testemunhas provando o contrário. A suposta fé.

5- A cobertura da mídia também é algo a parte. Columbine foi sugada até a ultima gota pelos jornais mundias. 21 anos depois, Columbine teria uma infidade de vídeos com transmissão ao vivo pelo Youtube ou Instagram.

Eric, um verdadeiro psicopata e Dylan, um jovem depressivo e alcoólatra. Muito se questiona, depois de tanto tempo, o que levou os dois a chegarem a este ponto. Matrix, jogos/filmes violentos e até Marilyn Manson receberam os créditos pelo Massacre. Eu acredito em um conjunto de fatores desastroso. O que Dylan tinha de introspectivo, Eric transbordava em auto confiança e liderança. 

Seleção Natural.

Acho que se não fosse Columbine High, seria outro lugar. Apesar de todos os gritos de socorro explícitos ou bem escondidos, ambos dariam cabo em seus planos. Talvez separados, nem tanto. Mesmo sem Dylan, Eric seria uma espécie de Unabomber. Já Dylan, se não tivesse um acompanhamento médico,  seria mais um na estática de jovens suicidas. Acabou sendo. 

O autor Dave Cullen traz para o leitor uma visão completa sobre os eventos, mostrando a vida das vítimas após ao massacre que parou o mundo e os efeitos que ecoam até hoje, como um alerta, um presságio em um passado tão presente impossível de ser esquecido.

Ler mais

‘A Liga de Monstros’ | Novo filme da Paramount Animation tem trailer divulgado

Um torneio de luta diferente de tudo o que você já viu!
Com estreia prevista para Janeiro de 2021 no Brasil, a Paramount Animation traz ‘A Liga de Monstros’ (RUMBLE). As criaturas, que existem e podem ser treinadas pelos humanos, competem entre si no Wrestling. A história mostra que a jovem Winnie, seguindo os passos de seu pai, decide trabalhar com o esporte e se tornar uma treinadora profissional, transformando uma criatura inexperiente em um amigo e em um grande lutador.

 

Sinopse:

Em um mundo onde Wrestling de monstros é um esporte popular e monstros são super atletas, a adolescente Winnie segue os passos de seu pai e se torna treinadora de uma adorável criatura para torná-la um campeão.

 

Ler mais

Sonhar é de graça | Quem eu gostaria de ver na CCXP

E tá chegando aquela época do ano em que São Paulo vira a capital mundial do universo nerd. Com Gal Gadot (sim, a Mulher Maravilha) recém confirmada, a CCXP retorna pela sexta vez de 5 a 8 de dezembro. Os ingressos e todos os convidados você pode conferir clicando aqui.

Frank Millier, Sandra Bullock, Jason Momoa, Will Smith, Brie Larson, Fernanda Montenegro e Arya Stark herself já tiveram seus momentos junto aos fãs brasileiros. Faltando menos 2 meses, eu tô aqui pra falar quem eu quero ver no evento. Lembrando que essa é uma lista única, individual e egoístamente só minha, ok?

Corey Feldman

No elenco de clássicos dos anos 80 como Os Goonies, Garotos Perdidos e Conta Comigo, Corey não faz nada relevante há anos (polêmicas não contam). Seria saudoso para a galera dos anos 80, o meet seria baratinho e com direito a faixa na cabeça. Traz o Frog aí CCXP!

Ralph Macchio e William Zabka (Cobra Kai)

Vou falar uma coisa, Barney Stinson estava certíssimo em afirmar que o verdadeiro Karatê Kid é Johny Lawrance (Zabka). Daniel LaRusso é um porre de tão chato mas é tão bom ver essa produção com ritmo de sessão da tarde! Você está cometendo um erro gravíssimo se ainda não assistiu Cobra Kai (Youtube). Um painel sobre legado de Karatê Kid, bullying e meet com esses heróis seria um máximo, para todas gerações.

Sons of Anarchy (Elenco)

Quando a saudade estava sarando, Mayans MC estreou. Parece doido querer ver Jax e cia, mas o elenco costuma participar de vários eventos de fãs pelo mundo, inclusive costumam chegar de MOTO! Charlie Hunnam anda meio ocupado que eu sei, mas ver o Opie e até a Gemma (sdds Bundy) é algo que eu não perderia!

Bill Murray

Certas coisas na vida não precisam ter explicação.

Hermes e Renato

O grupo de humor que representa uma geração MTV inteira já esteve no evento algumas vezes. Em 2014, juntos com João Gordo e os Irmãos Piologo em um estande modesto, pouca gente viu (eu vi!). Em 2017 voltaram com o Massacration e ano passado na UOL. Agora um PAINEL só deles, com muita zoação, dedo no cú e gritaria é o que eu quero. Se não gostou:

Painel especial com VJS da MTV

Falando em MTV, outra atração bem daoora seria um painel com ex Vjs da MTV. Ano passado teve algo semelhante comemorando o legado da Malhação, com atores de várias épocas da novelinha. Eu queria muito ver Marina, Didi e Sarah juntas de novo.

Por enquanto é só, conforme eu for lembrando, volto aqui pra atualizar a lista! Diz aí quem você gostaria de ver na CCXP!

Ler mais

Já li | Exorcismo: O Ritual Romano – DarkSide Books

What an excellent day for an exorcism!

Em 2019, nosso blog se tornou parceiro da editora DarkSide Books (YAY!). Faz parte do pacto compartilhar com vocês as novidades do universo da Caveira! Preparem-se para muitos pesadelos por aí!

Outubro, meu mês favorito. A programação da TV com o melhor do horror, festas a fantasia de halloween e histórias macabras para se contar na fogueira surgem aos montes. Dito isso, escolhi dentre a primeira leva dos recebidos, começar pela graphic novel Exorcismo: O Ritual Romano, do espanhol El Torres.

Da mesma forma que uma lista com filmes de terror sem O Exorcista (1974) não deve ser levada à serio, é imprescindível que Exorcismo: O Ritual Romano entre no seu top 10 de graphic novels de terror.

Sinopse:

Quando um bispo morre de maneira cruel, as últimas esperanças estão nas mãos do padre John Brennan, um exorcista renegado que a alta cúpula da Igreja considera ser um traidor. Convocado para enfrentar o mal que se entranha por trás dos muros do lugar sagrado, Brennan terá que encarar seus próprios demônios e a diabólica irmã Maria Giorgielli — uma freira tão infernal quanto o espírito derrotado por Ed & Lorraine Warren, retratado na franquia Invocação do Mal, de James Wan.

Li em uma tarde de muito, muito sol e calor em São José dos Campos/SP. Talvez por ter um leve cagaço de ler à noite? Opa! O crucifixo que acompanha a edição é importante, mantenha próximo durante a leitura. ilustrações de Jaime Martinez são de outro nível, com gráficos tão bem feitos que dão vida às paginas. Tudo é frenético desde o início da leitura, não dando chance para pausas ou ‘terminar depois’. A gente até está acostumado com freira encapetada e garota possuída, agora, o PAPA? Tipo, the real fucking Papa xingando palavrões, vomitando larva e destilando obscenidades?

Você pensa que está louco e acha que tudo terminou
Mas não sabe que o mal apenas começou
Pesadelo de horror e dor
Você teve mais azar do que sorte
Porque o mal nunca morre!

Zumbis do Espaço – O Mal Nunca Morre

Exorcismo: O Ritual Romano é mais que água benta e vômito verde em quadrinhos. É sobre disputa de poder, duvidar do inquestionável e redenção, sem nunca esquecer que o mal pode estar em qualquer lugar (ou em pessoa).

Ler mais

Tem terror clássico e ficção entre as novidades da DarkSide Books

Aqui estou mais um dia propagando a palavra da Darkside Books com essas novidades, se liga!

1 – Começando com ‘Seres Mágicos & Histórias Sombrias’, livro que une Neil Gaiman e o escritor de ficção científica Al Sarrontino em uma antologia com 27 histórias.

Além do suspense, magia e o tom sombrio já característico, a obra traz Joyce Carol Oates, Joe R. Lansdale, Jodi Picoult, Peter Straub, Chuck Palahniuk, Jeffery Deaver, Joe Hill entre outros, cada um com uma história que ultrapassa os limites da imaginação. Quer? Clica aqui!

2 – Dr.Jekyll e Mr. Hyde te esperam em O Médico e o Monstro & Outros Experimentos. A obra, um clássico do terror, tem autoria de Robert Louis Stevenson e foi publicada originalmente em 1886.

A história que faltava para completar a sua coleção Medo Clássico da DarkSide Books. Traduzido por Paulo Raviere e ilustrações de Alcimar Frazão, a história já inspirou traduções, adaptações, interpretações e homenagens ao longo das décadas. Quer? Clique aqui!

Tem muito mais sobre as novidades da Caveirinha lá no Dark Blog, corre lá que a leitura (e os pesadelos) são garantia da casa.

Ler mais

CCXP 2019 | Lana Parrilla e Iain Glen são confirmados no evento

O maior festival de cultura pop do planeta acontece entre 5 e 8 de dezembro, no São Paulo Expo, e os atores estarão disponíveis para sessões de Fotos & Autógrafos e em outras atividades que serão anunciadas em breve.

A participação de Lana Parrilla na CCXP19 é muito aguardada por seus fãs, que chegaram a realizar um abaixo-assinado na internet pedindo sua vinda para o festival. A a atriz poderá ser vista na sexta-feira (6) e no sábado (7).

Já o ator Iain Glen, famoso por seu papel em Game of Thrones, está confirmado como o novo Batman na série Titans, da DC Universe (por aqui, na Netflix). O astro estará presente na quinta-feira (5/12) e na sexta-feira (6/12).

CCXP19  – Datas: de 5 a 8 de dezembro de 2019  

Local: São Paulo Expo (Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda, São Paulo – SP)

 www.ccxp.com.br

Ler mais

Crítica | Humor e morte na nova série da Netflix, Boneca Russa

Lançada globalmente pela Netflix na última sexta (1), Boneca Russa veio para nos testar. A série, produzida e protagonizada por Nichols Natasha Lyonne foi uma grande surpresa em meio a exurrada de conteúdo originais – nem todos bons – que a gigante do streaming lançou nos últimos meses.

Com apenas 8 episódios rápidos, a série traz Nadia (Natasha), uma mulher com seus 30 e poucos beberrona, chaminé e usuária de drogas. Seus amigos parecem ter saído da já finada série da HBO, Girls. Em sua noite de aniversário, após circunstâncias bem loucas, Nadia morre. O que ela não contava, era que a noite da sua morte seria mais longa do que imaginava. Acontece que ela ressuscita várias, várias, várias vezes, sempre na mesma noite. Até entender o que está rolando e acabar com esse ciclo sem fim no purgatório, a personagem vai contar com apoios inesperados, reviver o passado e enxergar como os seus erros culminaram no momento fatídico.

 

 

A única diferença entre Nadia de Boneca Russa e a Nichols de Orange is the New Black é sua opção sexual. De resto, a personagem é mesma. Quer dizer, a mesma desde American Pie…

Palmas para as participações das atrizes Elizabeth Ashley, Chloë Sevigny e da comediante Amy Poehler que também assina a produção.

Com toques de humor, ficção e drama, Boneca Russa vai de Black Mirror a The Good Place com o sarcasmo que só Natasha Lyonne consegue em tela. Pode (e deve) ser considerada uma grandes estreias de 2019.

Ler mais

Aquaman, Shazam e American Gods! Confira as novidades da CCXP 2018

Faltando quase 1 mês para o épico, os anúncios da CCXP estão a todo vapor. A 5ª edição será realizada de 06 a 09 de dezembro de 2018 no São Paulo Expo.

Aquaman

Além da pré-estreia de Creed II, a Warner confirmou uma sessão do aguardado Aquaman para a sexta-feira (7). O filme, que só estreia dia 13 de dezembro, terá a sua primeira exibição no Brasil com exclusividade no evento.

Se o Momoa virá, não sabemos, mas saudade a gente tem né.

 

 

Shazam

E a Warner tá com tudo em 2018 mesmo! Para os saudosos de Chuck, Zachary Levi estará na CCXP para divulgar Shazam, que estreia em abril. Além da participação no painel de domingo 9 de dezembro, o ator estará disponível para fotos e autógrafos nos dias 6 e 7, os valores ainda serão divulgados. Vale lembrar que na Comic Con de Nova York ele foi pra galera!

 

American Gods

E tem painel confirmado para quinta-feira! Ricky Whittle, o Shadow Moon de Deuses Americanos, estará na CCXP para falar sobre a nova temporada de Deuses Americanos, do serviço de straming Amazon Prime Video. O ator também estará disponível para fotos e autógrafos durante os 4 dias do evento.

 

Serviço CCXP
Data: De 06 a 09 de dezembro de 2018
Horários:
Quinta-feira (06 de dezembro) – 12h às 21h
Sexta-feira (07 de dezembro) – 12h às 21h
Sábado (08 de dezembro) – 11h às 21h
Domingo (09 de dezembro) – 11h às 20h
Local: São Paulo Expo – Rodovia dos Imigrantes, km 1,5 – Água Funda, São
Paulo – SP.
www.ccxp.com.br

 

Ler mais

Música, comida e cultura | O que fazer em São Paulo na semana da CCXP

A CCXP 2018 está chegando! E como muitos de vocês já sabem, grande parte do público é de fora ou está visitando São Paulo primeira vez! Então, se você faz parte do grupo que chega na cidade um pouco antes do evento, não irá todos os dias ao evento ou quer algo para fazer após ficar 3 horas na fila da loja do Harry Potter, se liga nas nossas dicas!

*Lembrando que nenhum desses eventos tem qualquer tipo de parceria com a CCXP.

 

Para conhecer:

Funcast

Se você é do tipo que adora uma foto conceitual no Instagram, capricha na selfie e curte lugares diferentões para bombar no app, aqui é o lugar. A Funcast é um espaço com cenários exclusivos e interativos, bem tumblr mesmo! Seu Insta nunca mais será o mesmo após uma visita.

 

GIBI Cultura Geek

Parada quase que obrigatória para os visitantes nerds em São Paulo, o bar oferece cervejas especias, cardápio exclusivo, espaço para jogos, além de ser decorado com todas as referências possíveis da cultura pop. Tem venda de action figures, colecionáveis e hqs também. É ir e se apaixonar! Para infos clique aqui.

 

Sesc Avenida Paulista

Sempre com uma programação maravilhosa na manga como teatro, cinema, exposições e bate-papos, o local está localizado no coração da Paulista. Não podemos esquecer do mirante no 17º andar, dando uma visão de 360º da cidade de tirar o fôlego. Vale muito!

*

Taverna Medieval

Essa é para os fãs do universo fantástico. Se você ama Senhor do Anéis, Game of Thrones e tudo o que envolve a Terra Média, precisa urgente conhecer a Taverna Medieval. Além do bar com drinks temáticos, o local também funciona como hamburgueria. Tem música, RPG, arco e flecha, games e uma decoração f#da!

 

Museus e Exposições

Museu é o que não falta em São Paulo não é mesmo? Separamos os sites para que você possa acompanhar a programação na época da CCXP (muitos ainda não tem nada programado). Por isso, é bom ficar de olho. Ano passado, eu e meus amigos fomos na Expo sobre o Nirvana no MIS, foi sensacional! E em 2018, do dia 14 de Novembro a 15 de Dezembro o MIS recebe ‘Quadrinhos’, uma mega exposição com curadoria de Ivan Costa. A expo é uma retrospectiva da 9ª arte contada através de revistas, artes originais e itens raros dos diversos gêneros das HQs.

MASP  |  MAM  |  PINACOTECA |  MIS 

 

Música

01/12 -ANGRA

O Angra é e sempre será uma banda muito querida em eventos de cultura pop. No dia 01/12 tem o Angra Fest no Tropical Butantã. Project 46, Malta e Nervosa completam o lineup do evento, que comemora o centésimo show da ‘Omni Tour’. Os ingressos você encontra clicando aqui.

*

01/12 – PENNYWISE

Ainda no dia 1º, o grupo de punk rock Pennywise passa por São Paulo com a We Are One Tour 2018, comemorando o aniversário de 30 anos. Ainda vai rolar Dead Fish, Sugar Kane, Garage Fuzz e Direction. Prato cheio para os fãs de punk rock e hard core!

 

02/12 – Morrissey

O icônico líder do The Smiths estará em São Paulo, no Espaço das Américas, no dia 02 de dezembro, lançando “This is Morrissey”, uma nova coletânea composta por hits selecionados de seus primeiros discos solo. Os ingressos você consegue aqui.

02/12 – L7

Também no dia 2 tem show das pioneiras do grunge, L7. Com a formação original, a banda retorna ao Brasil após 25 anos de hiato. Vai ser lá no Tropical Butantã e as informações estão aqui.

07/12 – TATIANNA (DRAG RACE)

Choices! Famosa por sua participação na 2ª temporada e no All Stars do reality RuPaul’s Drag Race, a nossa Britney do Snatch Game, Tatianna marca presença na Blue Space. A Festa Priscilla é a maior festa do gênero do país, vale muito conferir! O evento no Facebook é esse aqui. Ps: Só para maiores de 18 anos, não insista! 

 

08/12 – FESTIVAL

Serão mais de 35 artistas nacionais e internacionais, entre djs, intervenções artísticas e shows com o grupo Maneva  e Ventania. O evento no Facebook é esse e você pode comprar o ingresso clicando aqui!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

***

Post ainda em construção! Sabe de alguma atração legal em São Paulo entre 01/12 a 10/12? Manda pra gente no contato@pastilhadrops.com.br ! Sua dica será colocada aqui com os devidos créditos!

 

 

 

Ler mais

Drops da Semana | Crítica da 6ª temporada de OITNB, Tom Welling na CCXP e mais…

No drops dessa semana teremos uma crítica/resumo da nova temporada de Orange is The New Black, novidades na Comic Con Experience e a dica de série Turismo Sombrio, vem gente!

 

Sobre a 6ª Temporada Orange is The New Black 

Abençoada que sou, a Netflix realizou a estreia da 6ª temporada da série no dia 27 de julho, bem no aniversário da cidade onde moro, São José dos Campos. Ou seje, já acordei no feriadão cantando ♫ You’ve got tiiiiiiiiiiiiiiiimeeeeeeeeeeeeO retorno de Orange is The New Black pode ser definido como um ‘acerto de contas’ As tretas da nova prisão fazem Litchfield parecer um pic nic, ainda mais com os guardas sedentos pelo caos. Os efeitos da rebelião marcam a narrativa onde as amizades e  lealdade são testadas. ◘ Que ninguém aguenta mais o mimimi da Piper não é novidade, dessa forma, foi de muita sabedoria colocar novos personagens com tramas muito boas, vilãs mesmo, de alto gabarito e que por muitas vezes nos faz esquecer do elenco original. Você vai amar odiar Carol, Madson, Barb e Daddy. ◘ Senti falta de alguns e feliz em ver personagens se redimindo e outros aceitando o lado mal, bem ao estilo Breaking Bad. A série não acaba com um bom cliffhanger, recurso bem conhecido em OITNB. Porém, a história continua com um nível bom. Para mim, Orange ainda não se perdeu, mas a necessidade de não esticarem a produção mais do que é preciso começa a dar sinais bem discretos.

Obs 1: palmas para Danielle Brooks (Tastyee) que mais uma vez dá um show de interpretação. You go girl!

Obs 2: A atriz Vicci Martinez (Daddy) foi finalista na primeira temporada do The Voice americano.

Obs 3: Orage is The New Black está engraçada de novo, amém.

 

Tom Welling na CCXP 2018

Somebody saaaaaaaaaaaaaaaave me! É isso mesmo, Tom Welling, o eterno Superboy virá ao Brasil para a Comic Con Experience. O ator, que acaba de viver Caim na série Lúcifer participa da edição especial de 5 anos da CCXP, nos dias 07, 08 e 09 de dezembro. Os ingressos podem ser adquiridos clicando aqui! 

 

Novidade na Netflix | Turismo Macabro 

 

 

Como eu fiz a besteira de assistir OITNB de uma vez, já engatei outra em seguida e adivinhem? Vi de uma vez também. Produção original Netflix, Dark Tourist (Turismo Macabro) acompanha o jornalista neozelandês David Farrier visitando roteiros BEM bizarros. A prática de tirar férias em locais violentos, assustadores e até proibidos tem se tornado um fenômeno mundial. São 8 episódios de 40 e tantos minutos com destinos que envolvem censura, ditadura, crença, radiação, serial killers e até suicídio. Eu acho que teria coragem de ir em uns 3 lugares e com o c# na mão ainda!

___________________________________

Siga nossas redes sociais!

Facebook | Twitter | Instagram |

 

 

 

Ler mais
%d blogueiros gostam disto: