Rouge – Bailando; O Aguardado Retorno das Garotas Mais Amadas dos anos 2000

https://www.pastilhadrops.com.br/2018/02/05/rouge-bailando-o-aguardado-retorno-das-garotas-mais-amadas-dos-anos-2000/

 

Eis que de tanto pedir, os fãs conseguiram fazer o grupo Rouge voltar com material inédito. Será esse um preludio de que o Brasil está dando sinais de que está voltando aos eixos depois de anos de bagunça generalizada em todos os setores da sociedade?

Depois de alguns encontros, festinhas, pequenos shows o grupo timidamente foi recolocando seu nome na mídia após mais de uma década do termino.

A coroação do retorno foi a apresentação no Domingão do Faustão no último dia 04/02/2018.

As meninas já tinham esgotado seus pockets shows em casas noturnas pelo Brasil no segundo semestre de 2017, e soltar uma nova faixa para o carnaval era mais do que esperado.

Falando da música em si, tirando toda a euforia do retorno de um grupo icônico como o Rouge, ficando atrás talvez apenas do retorno das Spice (será?), não houve muitas surpresas. A produção conta com uma letra recheada de clichês do gênero pop brasileiro, com bum bum bums, mexer, mãos para o alto, e etc. ou seja, a profundidade de um pires.

O instrumental surpreendentemente não traz elementos mais contemporâneos como do urban tropical ou do funk, mantendo se fiel ao que se fazia nos anos 2000 o que traz um tom de datado, mas ao mesmo tempo mantem a essência do grupo.

As frases soltas em espanhol, fazem o papel de trazer a identidade Rouge e ao mesmo tempo de mostrar a ambição de conquistar nossos Hermanos da américa latina.

No geral a faixa tem mais impacto pelo retorno da banda em si do que pela força de si própria. Seria mais uma faixa qualquer para encher algum disco da carreira das meninas.

Indicado principalmente para os saudosistas e amantes das festas temáticas que homenageiam as décadas passadas, além claro dos fãs.

Nota 4/10

 

Confira

 

Allison Gui

Jornalista de coração, apaixonado pelo áudio visual e há três décadas deslumbrando o maravilhoso mundo da cultura pop e apaixonado pela arte dos sons AKA música! Cher é minha pastora, mesmo que eu ande pelo vale da sombra do Flop, a música não me faltará.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: