Entrevista | Felipe Folgosi: ator de várias artes

https://www.pastilhadrops.com.br/2016/08/04/entrevista-felipe-folgosio-ator-de-varias-artes/

Felipe Folgosi é ator, roteirista, apresentador, formado em cinema e quadrinista. Ufa!

Mas se engana que ele cansa dessa vida corrida. Entre a TV e as páginas dos quadrinhos, nosso convidado multitarefa vai nos contar como tudo começou, o processo de criação de Aurora, sua primeira HQ, projetos e Comic Com Experience.

Quando surgiu a sua paixão pelos quadrinhos?

Surgiu cedo, com cinco, seis anos eu já ganhava quadrinhos do meu pai, apesar de ainda não ler. Logo que me alfabetizei não parei de ler, todo sábado passávamos na banca do bairro para comprar os lançamentos da semana e assim foi durante anos, abrangendo cada vez mais gêneros diferentes de quadrinhos. Como cresci nos anos 80, peguei tanto uma era de ouro da Marvel e DC com sagas que hoje são clássicas, como o início das Graphic Novels de autores como Frank Miller, Neil Gaiman e Alan More.

Como foi o processo de criação da HQ Aurora?

Posso dizer que houveram duas etapas, a primeira foi da concepção da ideia, pesquisa até escrever o roteiro, sendo

Primeira HQ lançada em 2015
Primeira HQ lançada em 2015

a parte mais longa. Depois que o roteiro estava pronto, demorou algum tempo até eu decidir adaptar para os quadrinhos e encontrar os caminhos para isso. Então um amigo me apresentou o Klebs Junior do Instituto dos Quadrinhos e através deve contratei o time de artistas para iniciar a produção. O que gostei muito, além de ter aprendido fazendo, foi supervisionar todo o processo, desde os layouts, até a capa, aprovando cada página. Foi cansativo mas muito gratificante.

A maioria das HQs nacionais tem como locação o Brasil, já Aurora, se passa nos Estados Unidos, porquê essa escolha?

O Aurora é uma ficção científica que desde o início eu imaginei se passando nos Estados Unidos porque eu tenho elementos na história como aceleradores de partículas e serviços secretos que não existem no Brasil. Claro que eu poderia criar uma versão ficcional, mas eu gosto quando você tem certos elementos reais em uma história de ficção, de dão uma sensação de verossimilhança para o leitor, guardando os momentos em que você pede que ele abra mão dela para acontecimentos chaves da história.

Teremos uma continuação de Aurora?

Creio que sim. No momento estou escrevendo a continuação, com intenção de lançar em 2017.

Como se deu o processo de escolha pelo financiamento coletivo (Catarse)?

Foi uma sugestão do Klebs, que já tinha feito com o Pátria Armada.

De onde vem à inspiração para escrever?

De todos os lugares. Pode vir de uma conversa, de uma notícia, de observação de pessoas e do cotidiano ou até mesmo de um sonho. O importante é quando uma boa ideia aparecer, registrar na hora, porque como elas vem, elas vão embora.

No projeto de Felipe Folgosi
No projeto de Felipe Folgosi

Fale um pouco do seu novo projeto: Comunhão.

É um roteiro que escrevi em 2006. Um amigo americano que trabalha com cinema que me sugeriu escrever um thriller de terror. Apesar de gostar do gênero na adolescência, queria escrever uma história que tivesse questionamentos mais profundos além dos sustos e do gore, então acabei criando um enredo sobre a natureza do mal e sobre como as pessoas podem se perder em seus caminhos. Juntando isso também a outra questão que me interessa, é a força do instinto de sobrevivência, como as pessoas encontrar recursos onde não imaginam para lutar e continuar vivos.

Quando está previsto o lançamento de seu novo quadrinho?

A previsão é para o final desse ano. O JB Bastos, que é o artista, já está produzindo e meu desejo é poder estar na CCXP com o Comunhão.

Como foi participar da ComicCon Experience 2015?

Foi incrível! Tinha estado na primeira edição também em 2014 mas ainda sem o Aurora, que foi lançado em

Trecho da HQ Comunhão
Trecho da HQ Comunhão

outubro do ano passado. Foi muito bacana ver o crescimento de um ano para o outro. Não só o CCXP, mas tenho visto como o número e a qualidade dos eventos tem aumentado. Realmente está sendo uma época muito boa para quem é fã não só de quadrinhos mas de cultura pop em geral.

Você estará presente esse ano na CCXP?

Meu plano é estar. Só não comparecerei se estiver trabalhando como ator durante os dias do evento.

 

Nós do Pastilha Drops agradecemos a oportunidade de apresentar a todos nossos leitores a sua história e seus trabalhos. A HQ Aurora está disponível nas melhores lojas do Brasil.

 

Cultura pop em doses diárias vocês só encontra AQUI!

JessicaMoura

Jornalista, Fotógrafa, Chef de Cozinha e apaixonada pela cultura pop!

Um comentário em “Entrevista | Felipe Folgosi: ator de várias artes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: